Tecnologia do Blogger.
RSS

Samantha Moraes X Bruna Surfistinha


Diários opostos que se cruzam





Quem não conhece a história da garota de programa (Bruna Surfistinha) que "rouba" o marido de uma respeitosa mulher, mãe de duas filhas e Senhora do lar (Samantha Moraes)? Acho que todo mundo sabe como procedeu o desenrolar dos fatos.
Assim que surgiu essa polêmica, despertou em mim uma curiosidade de entender o que levou esse homem de boa classe social, pai de duas meninas, com sua família constituída, a assumir compromisso com uma mulher de índole "desvalorizada pela sociedade", a qual vulgarmente é chamada de garota de programa, prostituta, puta...De imediato se pensa que quando se troca algo, obviamente é por uma coisa melhor, e por isso achei que a mulher trocada estava com defeito, mas a surpresa é que quando Samantha Moraes aparece na mídia expondo a sua versão dos fatos, houve uma quebra na minha teoria, começando pela sua aparência física, que ao meu ver é muito mais bonita, também a sua postura sofisticada, elegante, depois a inteligência, ou seja, percebi que o defeito não estava nela e sim nele, isso serve para que se saiba que beleza não é tudo, e que nem sempre o objeto de troca será pior. Vai-se-lá entender o gostar humano! E olha que dizem que as mulheres são loucas. Será?
Bom, mas o fato é que a Surfistinha fisgou o homem, está fazendo fama com os livros que escreveu, em especial "O Doce Veneno Do Escorpião" e agora está batendo as paradas com o filme "Bruna Surfistinha" baseado nesse livro que citei. Eu ví o filme e confesso que a história não me conveceu! Para quem não sabe, Bruna assume, sem remorso algum, que uniu o útil ao agradável, pois queria ganhar dinheiro e também adorava fazer sexo, portanto, esqueçam aquelas historinhas dramáticas que toda garota de programa conta para justificar seus atos, porque essa daqui gostava de um "Gratinado". 
Para mostrar o seu processo de superação, Samantha Moraes escreve o livro "Depois do Escorpião" e assim aparece na mídia o tempo todo, sempre fazendo questão de mostrar o seu empenho em se recuperar, tanto emocionalmente, quanto psicologicamente, do grande abalo que sofreu. Mas, uma coisa não me agrada nisso tudo, é a obsessão da Samantha em querer aparecer sempre como a mulher traída e abandonada pelo marido e principalmente por ter sido trocada por uma garota de programa, suas demonstrações leva a percepção de que ela está sempre por trás da Surfistinha, como se houvesse um embate, um clichê. Quando se entrevista a Bruna Surfistinha não se fala em Samantha Moraes, mas é impossível entrevistar Samantha e não falar em Bruna, uma escreve um livro, a outra responde com outro livro, e agora uma faz um filme, a outra também vai fazer. Virou bagunça! Acho que se está tudo superado, então deve-se continuar a vida e esquecer essas situações desagradáveis, porém, percebo o contrário, ela se utiliza da sua história de vida para sempre ficar lembrando as pessoas, esposas, mães, que foi uma prostituta quem destruiu seu casamento. Ok! Ela está certa e no direito de demonstrar suas frustrações e mágoas, pois passar o que ela passou é a pior coisa que se deseja a uma mulher, mas não devemos subestimar ninguém, nós humanos vivemos em processos de metamorfoses constantes, temos emoções, pulsamos e isso nos remete a cometer erros ou acertos. 
Engana-se quem acha que um homem não pode se apaixonar por uma garota de programa porque ela não tem pudor nem moral para conviver socialmente com pessoas decentes, temos uma prova viva de que isso é possível, assim como qualquer mulher, elas também tem sentimentos e podem se apaixonar por qualquer um, como qualquer outro. As pessoas acham um absurdo isso acontecer, mas acontece, só que muitos não se arriscam em assumir um romance convencional devido ao preconceito que os envolvem.
Mas voltando a Samantha Moraes, na boa, acho que ela dá importância demais a um assunto que se diz superado! Uma mulher linda, elegante, inteligente, que tem tudo para se dar bem na vida, não deveria ficar à sombra de uma tragédia amorosa que ela faz tanta questão de lembrar.




Mulheres, valorizem-se! Se forem traídas, superem! 
Lembrem-se do ditado: "Um novo amor cura outro"

✿✿✿

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

4 comentários:

Carollyna disse...

Eu posso ficar velha e louca, mas entender a escolha desse homem é coisa impossível pra minha mente. Os homens dizem não entedr as mulheres, mas nós sim fazemos bem nossas escolhas.

Adorei o texto e bj pra ti linda!

Anônimo disse...

A mulher nunca vai aceitar ter sido trocada por uma puta, o consolo dela é atacar pra q o povo preconceituoso nunca esqueça q puta sempre será puta. Ela é uma ignorante, burra, preconceituosa e mal amada.

Gleyci disse...

Gostei de sua abordagem,

Samantha Moraes é uma lutadora como tantas outras mães de família,

Peca apenas no titulo do livro por remeter uma resposta, mas quem nunca errou em algo?

Quanto a lembrar o nome da Bruna é natural a final ela interferiu na sua família, de forma decisiva, e claro que a outra não iria ficar citanto Samantha pois ela usaria quais argumentos?

Porém Samantha não deixa de ser um exemplo de superação

Obrigada pelo espaço

Anônimo disse...

Você esqueceu de dizer que a própria Samantha diz não culpar a Bruna,pois quem foi procurar ela,foi ele...não tem mas,nem porem...é simplesmente isso

Postar um comentário