Tecnologia do Blogger.
RSS

Ãhn?


Dessa vez a coisa está indo longe demais. Bem me diz aquele famoso ditado: "Os incomodados que se mudem". Como a maioria vence, euzinha devo providenciar um refúgio para escapar de tantas babaquices que me enfadam. Agora só se fala em Michel Teló com seu hit "Ai se eu te pego" estourando mundo afora; da pedrada que deram no vocalista do Restart; da tal da Luiza que está no Canadá; e pra completar o círculo de asnices vem o Big Brother Brasil 12 com o bafafá de um participante sendo expulso porque "gratinou" uma fulana bêbada, sendo até acusado de estupro. Não assisto o programa e não tenho nada contra quem assiste, sei disso porque o povo no Facebook faz questão de postar o assunto como se fosse algo de extrema importância para o conhecimento da população. A alienação toma conta e o povo nem percebe, mas faz parte, né? 
Já fui de xingar certos temas ou estilos musicais que não me agradam e até me preocupar em fazer pessoas gostarem do meu ritmo, depois passei a enxergar melhor e decidi entregar os pontos, pois não podemos obrigar uma pessoa a querer as coisas que nos convém, cada um possui sua batida. Assim como algumas coisas me desagradam, o meu gosto também se torna desagradável para outras. Se a maioria prefere ouvir: "Delícia, delícia, assim você me mata. Ai se eu te pego, ai ai se eu te pego..." eu prefiro respeitar. (Depois de uns golezinhos até que vai). 
Não vou falar mal, nem menosprezar os infortunosos. Eita povo, tá difícil, viu?...Minha política é essa: Se eu me incomodo, eu me retiro.



  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

2 comentários:

Willey Pereira disse...

Ótimo texto! Palavras que falam por mim. Esse sentido de negar aquilo que nada acrescenta de construtivo é um ato nobre digamos assim de passagem, mas o que além destes fatos citados o que me perturbar é o quão o povão gosta disso, sério não me entra na cabeça. Maaaaaas, a palavra "alienação" tá ai pra dar uma luz.

Ellys Soares disse...

É, meu caro Willey! O negócio tá piorando...

Postar um comentário