Tecnologia do Blogger.
RSS

A Morte não é Nada - Paccelli Gurgel




Permitam-me lamentar as atrocidades dos viventes
E suplicar às estrelas a concórdia dos pesares. 
Acalantada pela noite, minha voz fraquejada canta o teu poema, 
E as notas mostram-se sombrias e chorosas. 
Os versos trazem a cadência dos teus pensamentos, 
Sim, patentemente trazem! 
Pensares veementes que se debruçam na fortaleza dos saberes, 
Das vontades aclamadas, das inquietudes, 
Das razões que se perdiam em cada sorriso mostrado. 

Ao som das lamúrias,  persiste quem se nega a aceitar 
Os trâmites de um fato consumado, 
E mesmo que as feridas sejam tocadas, 
Ou que se pise em espinhos, 
Se faz necessário prosseguir com o que lhe foi aconselhado. 
A saudade se fará compreendida ao mostrar que as lembranças 
Sempre transcederão qualquer amargor das despedidas. 

Assim, vive quem se permitiu adentrar em um mundo 
De singularidades, e recebeu de lá a base 
Para que a sua  estrutura se tornasse inabalável. 
 Compartilhou anseios, gargalhadas, conselhos, lágrimas...
Envoltos a arte que era sumidade em suas vidas.
Isso é revelado por uma gratidão eterna!

Por essas preciosidades, preparo-me para voar
Levando ensinamentos de quem trazia vivências, 
Que se dizia cheio de cicatrizes, 
Um Albatroz "O Senhor das tempestades", 
E que agora se encontra no descanso eterno dos justos, 
Fazendo-me lastimar, profundamente, 
A sua voz que se fez calar.


  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

6 comentários:

Deputamadre disse...

Impossível conter as lágrimas...
(triste, muito triste)
É tudo tão ilusório...
:'(

Ellys Soares disse...

É muito ilusório!
Penso que o nosso "Cara"
ainda está entre nós...

Imensamente triste!

Cris disse...

Sei a grande consideração que vocês tinham um pelo outro. O cara mais desbocado e amado daquela universidade. Como esse professor aí amiga,não teremos nunca mais. Muito emocionante a forma como vc fala dele. saudadades da porra!

Ellys Soares disse...

Pois é Cris...
Ele me faz muita falta. E não veremos
igual, jamais...

Junior disse...

O nosso lendário ostrogordo estará sempre presente em nossas vidas. Agradeço a Deus por ter me permitido conhecer o cara fantástico q foi Paccelli.
Ps. A Universidade sente a perda desse grande irmão e a semana de história não será mais a mesma. Lamentamos a ausência do grande mestre.

Ellys Soares disse...

Sim Junior...
Todos sentimos a falta desse grande homem e a semana de história será triste!

Postar um comentário