Tecnologia do Blogger.
RSS

Intimamente Ser




“Era uma tarde de domingo e o parque estava repleto de pessoas que aproveitavam o dia ensolarado para passear e levar seus filhos para brincar. O vendedor de balões havia chegado cedo, aproveitando a clientela infantil para oferecer seu produto e defender o pão de cada dia. Como bom comerciante, chamava atenção da garotada soltando balões para que se elevassem no ar, anunciando que o produto estava à venda. Não muito longe do carrinho, um garoto negro observava com atenção. Acompanhou um balão vermelho soltar-se das mãos do vendedor e elevar-se lentamente pelos ares. Alguns minutos depois, um azul, logo mais um amarelo, e finalmente um balão de cor branca. Intrigado, o menino notou que havia um balão de cor preta que o vendedor não soltava. Aproximou-se meio sem jeito e perguntou: “Moço, se o senhor soltasse o balão preto, ele subiria tanto quanto os outros?” O vendedor sorriu, como quem compreendia a preocupação do garoto, arrebentou a linha que prendia o balão preto e, enquanto ele se elevava no ar, disse-lhe: “Não é a cor, filho, é o que está dentro dele que o faz voar.” O menino deu um sorriso de satisfação, agradeceu ao vendedor e saiu saltitando...”



  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

...Por você mesmo!




A vida tende a nos reservar coisas, de certa forma adequadas ao impróprio, uma delas é a convivência, que ensina a perceber o que há de mais límpido e mais sombrio dentro de nós mesmos. Dia desses, passeando por umas leituras, me deparo com uma frase interessante: "A maior causa de aborrecimentos do ser humano é outro ser humano, muito embora que a maior causa de alívio desses aborrecimentos é outro ser humano." Assim, embora seja difícil conviver, é algo indispensável, essencial...Nos mostra verdades que às vezes nem queremos enxergar, nos torna mais próximos, mais amigos, mais parceiros. No seu âmbito, nos deixa receosos ao mesmo tempo que  confiantes e áridos. 
Lidar com o ser humano é complicado, até pela diversidade de gostos, percepções e ações, que transformam cada ser em único! Muitas vezes somos egoístas, recusamos abrir espaço e sempre queremos em excesso, nos propomos aos riscos de frustrações, mágoas, por habituarmos à situações desfavoráveis ao próximo apenas para suprir o nosso ego, sem se importar com o que nossas atitudes possam lhes causar. Essa imposição deve ser desfeita por uma atitude benevolente! Realizar um ato esperando algo em troca, na busca incessante de receber elogios, reconhecimentos, resulta em agravos ao próprio interior. 
Faça de uma maneira que te deixe feliz, que se alinhe ao deleite! Acolha, proteja, abrace, ame...Não porque você quer receber o mesmo, simplesmente faça por alguém que precise de você. E deixe que vá de bom grado!


"Não espere que devolvam algo, não espere 
que reconheçam seu esforço, que descubram 
seu gênio, que entendam seu amor "

(Caio F. Abreu)




  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Sem culpas




Aclames de um tempo por vir, sem mágoas, sem enganos, sem culpas...São anelos que acoberta a angústia de precisar partir. Mas enquanto seu sorriso não se desprender de mim, exigo o direito de mantê-lo aqui, acolhido na memória. E é assim que despeço-me, meu bem, grata pelo que melhor de você foi presenteado à mim, a força disso é suficiente para permitir-lhe buscar a felicidade aonde meus passos não te alcançarão. Se o caminho até mim ficou invisível aos seus olhos, então proponho dizer-lhe que de todos os grandes amores celebrados em poesias e vivenciados em carícias, ainda maior é o meu amor por você. Antes de ir, um último pedido eu faço: Que essa dolorosa aflição nunca atinja seu âmago, pois te ver sofrer, isso eu não suportaria!



"Amor da minha vida, você me machucou
Você partiu meu coração e agora você me deixa.
Amor da minha vida você não pode perceber, 
Traga de volta, traga de volta, não tire isso de mim,
Porque você não sabe o que isso significa para mim..."




  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Selado
 
     Por mais que se tente efetivar 
o "faz de conta", a realidade se mostra 
pungentemente voraz... 
 




"Então eu nomeio-o imperdoável!"


 

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS