Tecnologia do Blogger.
RSS

A Ilha dos Sentimentos


Era uma vez uma Ilha onde moravam todos os sentimentos e valores atribuídos ao ser humano: Alegria, Tristeza, Sabedoria, e todos os outros, inclusive o Amor. Um dia o Senhor da ilha apareceu de surpresa, e, na sua voz trovejante anunciou: 
- Vocês não estão fazendo o uso correto de todos os atributos que lhes concedi. Estou farto desta ilha e de tudo que nela existe! Preparem-se, pois amanhã ela será destruída!
Então todos começaram a preparar os seus barcos para partirem o quanto antes. O Amor e a Esperança continuaram lá, aguardando até o último momento, esperando que o Senhor da ilha mudasse de idéia, mas até a Esperança se desesperou e abandonou o Amor. Quando se deu conta de que a ilha teria mesmo o seu fim o Amor decidiu pedir ajuda. Avistou, a pouca distância, num barco luxuosíssimo, a Riqueza:
- Riqueza, podes levar-me contingo?
- Não posso porque tenho muito ouro e prata dentro do barco e não há lugar para ti.
Resignado, o Amor olhou em volta e avistou o Orgulho. Fez-lhe o mesmo pedido:
- Orgulho, imploro-te, leva-me contigo.
- Não posso levar-te Amor, aqui tudo é perfeito, e tu poderias arruinar o meu barco.
Então, já quase em desespero, o Amor viu a Tristeza aproximar-se e também pediu-lhe auxílio:
- Tristeza, peço-te, deixa-me ir contigo.
- Oh! Amor, estou tão triste que não suporto qualquer companhia. Preciso muito estar sozinha.
A seguir foi a vez de passar a Alegria, mas estava tão contente que nem ouviu o chamado.
Já desesperado e acreditando que não mais seria salvo, o Amor ouviu uma voz:
- Vem Amor, eu levo-te comigo.
Era um velhinho. O Amor ficou tão feliz que esqueceu de perguntar-lhe o nome. Após a chegada segura em terra, o velhinho partiu. Reparando então no seu esquecimento e percebendo o quanto lhe era grato, o Amor decidiu perguntar a Sabedoria de quem se tratava aquele velhinho que o salvara:
-Sabedoria, podes dizer-me quem me salvou? Diante de toda esta situação esqueci-me de lhe perguntar o nome.
- Foi o tempo.
- O tempo? Porque será que o tempo me ajudou?



Então a sabedoria olhou fixamente para o amor e lhe respondeu:
- Porque só o tempo é capaz de compreender o quanto o amor é importante na vida, e por isso nunca pode ser abandonado. 

(Autor desconhecido) 

 

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

0 comentários:

Postar um comentário