Tecnologia do Blogger.
RSS

In The Flesh




No que diz respeito, não só aos amantes de seriados, mas também e principalmente aos que adotaram um elevado gosto ao tema "Zumbis", tal qual The Walking Dead, acho de extrema importância que acompanhem a história de In The Flesh. Para quem ainda não viu a série lá vai minha deixa: Prepare-se para se surpreender, se emocionar e se conscientizar sobre a sua posição para com ambos os lados, o zumbi retornado ou a família saudosa e temerosa. O próprio nome já diz exatamente a mensagem que quer passar: Na Carne.
Trata-se de um drama criado por Dominic Mitchell, ocorrido após o Apocalipse Zumbi, em que a humanidade terá que conviver com os zumbis que retornaram, onde parte deles foram eliminados e outra parte capturados por uma instituição criada pelo governo chamada de Human Volunteer Force. Lá eles recebem tratamento médico, utilizando medicamentos, maquiagem corretiva e lentes de contato para que possam voltar à estética humana e serem reintegrados à sociedade, eles são conhecidos como vítimas do PDS (Partially Deceased Syndrome – Síndrome de Falecimento Parcial). 
Entre os que estão recebendo tratamento está Kieren (Luke Newberry), um jovem que sofre constantemente com as lembranças dos ataques e assassinatos que cometeu antes de ser tratado, pois eles continuam com os instintos brutais de um zumbi, mas o tratamento faz com que a sua humanidade seja reacendida, é inevitável. Após passar por um longo processo de tratamento na instituição, recebem o direito de continuarem sendo tratados em suas próprias casas, e aí começam os problemas. 
A população está revoltada por ter perdido muitos parentes, a Igreja se coloca contra a readaptação dos PDS's, algumas pessoas não acreditam em tal recuperação e acham que serão atacadas a qualquer momento. (Bem próprio do que costumamos ver em tantos anos de humanidade, onde o preconceito e o medo se sobressaem a qualquer indício de sentimentalismo.) Com isso é imprescindível o dilema envolvendo a família que receberá o PDS, pois claro que o amor fraternal vai falar mais alto que o medo e tentarão proteger o seu ente dos revoltosos que buscam a eliminação de tais seres, assim também como a estabilidade dos PDS's, que estará ameaçada pela corrente de preconceitos que lhes darão a consciência de que não poderão mais ter uma vida normal, sair com amigos, namorar, enfim, apesar do tratamento conceder isso, mas o medo das pessoas os manteriam afastados. 
Essa série é muito impressionante e excepcional! A felicidade de ter de volta  alguém querido que morreu ou o medo de ser atacado por conviver com um PDS?  
Vale realmente a pena ver essa série. A primeira temporada possui apenas três episódios, a segunda está prevista ainda para este ano. Aguardo!


  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

0 comentários:

Postar um comentário