Tecnologia do Blogger.
RSS

Encanto dos encontros




Ao dizer que a vida é a arte do encontro você citou o poeta que lhe inspirou. Procede inferir que é assim mesmo? Às vezes esperamos formalidades e ela nos traz descontração. Em meio a um trânsito frenético movimentado ao bel prazer do Sr. Tempo, promove-se encontros que não precisam, necessariamente, alongar algumas horas para girar nossos pensamentos de lugar. Estou falando de encanto,  não de homem-mulher, Mestre-aprendiz, mas sim do encanto amizade. Gente que possui sede de mundo, de histórias, de vida. Seres que compartilham as mesmas práticas, que expõem as emoções no lugar merecido e racionalizam apenas o substancial, que falam de seus amores como bons e velhos amigos confidentes e que trocam dedicatórias mesmo à parecer cartas secretas e proibidas. Gente que sabe dividir uma boa garrafa de vinho e compartilhar conhecimentos, seja de política, filmes, livros, músicas, descobrindo a magia noturna regada à jazz, blues, rock, ou o som que o momento pede. Já me disseram que as pessoas com gostos parecidos tendem a se encontrar, como uma força que os unem, assim como o imã. Firma o transcedente. Às vezes, o encanto é sustentado pelo próprio encanto. Muitos podem não compreender, mas para essa espécie sedenta de mundo, isso prediz seu sentido.



  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

0 comentários:

Postar um comentário